Lembranças de um poeta surtado pelo amor

domingo, 24 de março de 2013.

Como esquecer olhos tão lindos que quando me encarava fazia o tempo parar, como esquecer pele tão macia que quando se debruçava sobre mim parecia camurça a me aquecer no inverno gélido, como esquecer saborosas lábias que vinham quentes e doces ao mesmo tempo para me satisfazer,como se esquecer de belos cabelos que eu me enrolava todo em nossas brincadeiras,como se esquecer de teus carinhos, do único sorriso que deste para mim, de abraços de chegada e beijos de despedidas, de brigas sem e com motivos, como se esquecer de tua voz que na minha cabeça ainda entoa, de suas caras e caretas de suas sardas de seu pé levemente curvado para dentro, de suas cochas que me deixam louco, de seu andar engraçado e do teu cabelo amarrado, como se esquecer de você moça?

1 Comentário:

Yana Chaves disse...

Que coisa mais perfeita Lucas, feliz de quem você se refere, espero que ela saiba valorizar o quanto você é único e especial. Amei!!

Postar um comentário

 
recanto do sonhador © Copyright 2010 | Template By Mundo Blogger |